SHOP HERE
TOP
Sesta

A importânica da sesta!

Até quando o meu filho deve dormir a sesta?
O sono dos bebés e das crianças é um tema constantemente a ser debatido mas é de grande relevância!
Recentemente tive a oportunidade de colaborar com uma equipa de especialistas do sono em Pediatria, nas Guidelines da Sociedade Portuguesa de Pediatria sobre a Sesta nos infantários e jardins de infância (https://pjp.spp.pt//article/view/18613)

Ao contrário do que possamos pensar, o sono, ao qual dedicamos cerca de um terço da nossa existência, não se limita a uma simples ausência de vigília. O sono é um estado muito complexo que tem inúmeras funções desde renovação celular, produção de hormonas e anticorpos assim como a produção de proteínas e regulação do nosso metabolismo. Além disso, nas crianças o sono contribui de forma importante para o seu crescimento corporal.

A duração diária do sono diminui progressivamente ao longo do crescimento e múltiplos estudos populacionais têm procurado determinar o número de horas de sono adequado para cada faixa etária.

Ao nascer, os ciclos de sono não são influenciados pela alternância entre o dia e a noite. O bebé dorme em média 17 horas e é a fome que o desperta. Gradualmente, após o 1º mês de vida, o sono vai-se consolidando em torno do período noturno. Por volta dos 6 meses, o lactente faz 2 a 3 sestas durante o dia. A partir de 1 ano de idade, a duração do sono diminui em média para 14 a 11 horas e a criança faz três períodos de sono, um de noite e dois de dia: de manhã e à tarde.
Entre os 15 e os 30 meses de idade suspende espontaneamente a sesta da manhã, mantendo a sesta da tarde que só abandonará entre os 3 e os 5 anos, ou mais tarde, em algumas crianças.

Em relação ao número total de horas diárias de sono, são recomendadas:
1) Lactentes dos 4 aos 12 meses: 12 a 16 horas por 24 horas (incluindo sestas)
2) Crianças de 1 a 2 anos: 11 a 14 horas por 24 horas (incluindo sestas)
3) Crianças de 3 a 5 anos: 10 a 13 horas por 24 horas (incluindo sestas)
4) Crianças de 6 a 12 anos: 9 a 12 horas sono noturno por 24 horas
5) Adolescentes de 13 a 18 anos: 8 a 10 horas sono noturno por 24 horas

Sendo assim, consoante o número de horas médio que as crianças dormem durante a noite, pode ser necessário manter a sesta até aos 5 anos.
No entanto, tal como nos adultos, existem crianças que são mais dorminhocas que outras. Algumas crianças com 4 anos acordam cheias de energia depois de dormirem apenas 10 horas e não conseguem fazer a sesta, enquanto outras não conseguem acordar após 11 horas de sono noturno e ainda necessitam de uma sesta de 1 a 2 horas no início da tarde.

Quando devo pensar que o meu filho já não precisa de dormir a sesta?

1) Quando existe uma resistência na hora de adormecer à noite porque não está cansado;
2) Quando a criança apresenta despertares noturnos ou acorda muito mais cedo de manhã em comparação quando não dorme a sesta;
3) Quando não consegue adormecer durante o período inicial de 30 a 40 minutos de sesta;
4) Quando tem a capacidade de passar todo o dia acordado com preservação da atenção, humor e atividade sem necessidade de ter uma sesta.

Estejam atentos às necessidades dos vossos filhos e não descurem a necessidade de dormir!

Por Dra Marta Ezequiel.

Deixe-nos a sua opinião sobre a importância da sesta na vida dos nossos filhos.

Subscrever Newsletter

X